Escola B+S do Porto Santo dá início à animação de recreios

Escola B+S do Porto Santo dá início à animação de recreios

Escola B+S do Porto Santo dá início à animação de recreios

No dia 22 de outubro, terça-feira, a Escola Básica e Secundária Professor Dr. Francisco Freitas Branco, Porto Santo, celebra o início das atividades de animação de recreios com a presença de professores-animadores e o recurso a jogos e dinâmicas cooperativas.

É uma oportunidade de educação não formal — interligando várias disciplinas, saberes e práticas —, concretizada através de jogos matemáticos, educação ambiental, xadrez, desporto, entre outros.

As atividades têm como objetivo fomentar comportamentos de tolerância, cooperação, inclusão e cidadania. A participação dos alunos é livre.

Esta é uma das iniciativas do Plano de Ação de Educação para a Cidadania intitulado “Da Escola para o Mundo – Agir, Incluir, Transformar”, fruto de uma parceria com a ONGD AIDGLOBAL.

Ao longo de dois anos letivos serão dinamizadas várias atividades, nomeadamente ações de voluntariado, assembleias participativas de alunos, capacitação de jovens líderes, fóruns com Encarregados de Educação, horta e quinta pedagógicas e formação de professores e pessoal não docente (saiba mais aqui).

O Plano foi selecionado entre 25 candidaturas de todo o país, tem como destinatários principais alunos de quatro turmas do 8.o ano (2019/2020) e está concebido para acompanhar estes jovens ao longo de dois anos letivos. Apesar de o foco ser o 3.o ciclo, o Plano estende-se a toda a escola e à comunidade local, com o intuito de se refletir e agir em prol dos Direitos Humanos e do Desenvolvimento Sustentável.

Esta Ação na Escola do Porto Santo resulta de uma candidatura ao projeto de Educação para a Cidadania, gerido pela Fundação Gonçalo da Silveira e pelo Centro de Investigação para o Desenvolvimento Humano da Universidade Católica Portuguesa, no âmbito doPrograma Cidadãos Ativ@s (Fundação Calouste Gulbenkian eFundação Bissaya Barreto).