Apresentação do Policy Paper dirigido a Responsáveis Políticos

Apresentação do Policy Paper dirigido a Responsáveis Políticos

Apresentação do Policy Paper dirigido a Responsáveis Políticos

Documento sobre a Participação para a Cidadania Global

AIDGLOBAL foi uma das duas organizações selecionadas pela Fundação Calouste Gulbenkian para implementar um projeto piloto na área da educação para a 1ª infância em Moçambique: o projeto “Educadores em Movimento – uma Educação Itinerante para a Primeira Infância. Este que agora inicia, será realizado no distrito do Chibuto, distrito onde a AIDGLOBAL tem vindo a atuar desde 2008, terá a duração de 36 meses.

Esta iniciativa visa contribuir para o desenvolvimento integral e harmonioso das crianças em idade pré-escolar do Distrito do Chibuto melhorando o seu desenvolvimento cognitivo, socioemocional e motor, as suas condições de saúde e a inclusão, através da promoção da Educação de Infância Itinerante.

Direcionado para os mais pequenos — entre os 4 e os 6 anos — contempla dinâmicas diversificadas, a desenvolver diariamente, ao ar livre, tendo como base a aprendizagem pela Natureza e a utilização da Bibliotchova, biblioteca itinerante com livros bilingues, jogos e brinquedos, dinamizadas pelas “Educadoras em Movimento”. Esta é a designação atribuída às jovens mães previamente capacitadas para, além de promoverem as atividades, irem ao encontro da comunidade para identificarem e darem o devido encaminhamento a casos de Necessidades Educativas Especiais (NEE) e situações de discriminação e violência.

No projeto está previsto, também, a elaboração de três estudos, “Educação itinerante no Chibuto, Moçambique – boas práticas e potencial de replicabilidade”, “Psicologia da criança moçambicana em contexto rural – caso de estudo do Chibuto”, “Brinquedos, jogos, cantigas e estórias locais do Chibuto, Moçambique”, que já arrancaram, com o acompanhamento científico-pedagógico e a coordenação da vertente antropológica que estão a cargo da Professora Doutora Antónia Barreto, investigadora do Instituto Politécnico de Leiria, e da professora Doutora Clara Carvalho, investigadora do Centro de Estudos Internacionais do Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL).

Em breve a equipa estará pronta para arrancar com as atividades do projeto no terreno, estando a serem feitas todas as diligências para que este projeto decorra com o sucesso pretendido e que venha a ser um modelo a seguir na promoção da educação para a 1ª infância nas comunidades rurais.

Este projeto é o resultado da união dos seguintes parceiros: Centro Vocacional e Residencial do Chibuto (CVRC), Serviço Distrital da Juventude, Educação e Tecnologia do Chibuto (SDJET) e Serviço Distrital de Saúde, Mulher e Ação Social (SDSMAS). Em Portugal, dão a sua colaboração a Escola Superior Educação e Ciências Sociais e o Instituto Politécnico de Leiria (IPL) e o Centro de Estudos Internacionais do Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL).

O projeto “Jovens na Política – participar para a Cidadania Global” decorreu entre junho de 2016 e outubro de 2018 e teve como objetivo específico capacitar e mobilizar jovens militantes de partidos políticos para as problemáticas ligadas à Educação para o Desenvolvimento, pro-movendo ações e reflexões em torno da Cidadania Global em articulação com as dinâmicas locais. Cofinanciado pelo Camões Instituto da Cooperação e da Língua, I.P, o projeto teve como parceiros o Instituto Português do Desporto e Juventude | Centro de Juventude de Lisboa, o Centro de Estudos Internacionais— Instituto Universitário de Lisboa, o Conselho Nacional da Juventude e a Federação Nacional de Associações Juvenis.
Para mais informações, consulte:
Policy Paper
Projeto “Jovens na Política – Participar para a Cidadania Global”