“O Fado (e não só) Acontece” juntou artistas de várias latitudes

“O Fado (e não só) Acontece” juntou artistas de várias latitudes

“O Fado (e não só) Acontece” juntou artistas de várias latitudes

O espetáculo de solidariedade mais emotivo do ano aconteceu no Cinema São Jorge

A AIDGLOBAL, Organização Não Governamental para o Desenvolvimento (ONGD), cuja missão é Agir, Incluir e Desenvolver através da Educação, reuniu, no Cinema São Jorge, no dia 5 de novembro, vários artistas nacionais e internacionais em encontros improváveis, inspirados na fusão entre o Fado e os sons da Lusofonia.

O espetáculo solidário, que teve a presença de cerca de 400 pessoas, foi apresentado por Fernanda Freitas e José Figueiras. Ao longo da noite, atuaram o fadista Duarte a par da nova voz de Cabo Verde Elida Almeida, Silvana Peres a par da Banda Mais Bonita da Cidade e Ana Laíns, num magnífica atuação a solo, com muita emoção em palco.

Além de todas estas vozes solidárias, a soirée contou com as participações especiais da banda Quid, do mestre da guitarra clássica, Silvestre Fonseca, e ainda, a encerrar o espetáculo, a atuação do compositor e músico, Sebastião Antunes, que convidou os restantes artistas a cantarem juntos o hino que compôs para a AIDGLOBAL. A acompanhar os artistas, estiveram os músicos João Filipe, na viola, Edu Miranda, no Bandolim, Guilherme Banza, na guitarra, João Penedo, na viola baixo, Felisberto, no cavaquinho e Rolando, na guitarra.

Esta gala, que marcou a 11ª edição de O Fado (e não só) Acontece e comemorou o 14º aniversário da fundação da AIDGLOBAL, teve como objetivo primordial a angariação de fundos para a sustentabilidade dos projetos que esta ONGD implementa em Portugal e Moçambique.

As fotografias do espetáculo podem ser vistas no Facebook da AIDGLOBAL, em: https://bit.ly/2qEIoAM