A inovadora Bibliotchova

A AIDGLOBAL ganhou um concurso lançado pela UNESCO inserido no CapEFA – “Desenvolvimento de Capacidades no contexto da Educação para Todos em Moçambique”.

Em 2010, a AIDGLOBAL foi pioneira na criação do conceito e modelo da Bibliotchova. Trata-se de uma biblioteca móvel, que tem por base um tchova característico de Moçambique, e destinada a escolas que não tenham espaço físico para acolher uma biblioteca, no programa de Alfabetização e Educação de Adultos, em dez distritos de Moçambique:

– Província de Nampula: Mossuril, Ribaué, Monapo e Ilha de Moçambique;
– Província de Sofala: Nhamatanda, Caia e Gorongoza;
– Província de Inhambane: Funhalouro, Mabote e Pande.

Em 2013, a bibliotchova chova chegou também a Portugal, dentro do Movemento da Formiga Juju, com o nome de Tchova da Juju.

PROPOMOS

Promover ambientes propícios à alfabetização.

REALIZÁMOS

Em cada província seleccionada, realizou-se as seguintes atividades:

– Listagem de bibliotecas e de referências bibliográficas para adultos recém-alfabetizados;

– Identificação de recursos de leitura com conteúdos adequados para adultos recém-alfabetizados, em Português ou língua local relevante;

– Instituição de 15 bibliotecas itinerantes e 5 bibliotecas fixas, com livros e outros materiais de leitura;

– Definição de linhas orientadoras sobre:
Bibliotecas itinerantes, sua gestão e manutenção;
Criação de atividades de promoção da leitura em torno das bibliotecas;
Criação de atividades de mobilização de recursos bibliográficos.

– Formação provincial sobre:
Bibliotecas itinerantes, sua gestão e manutenção;
Atividades de promoção da leitura em bibliotecas e mobilização de recursos bibliográficos.