AIDGLOBAL no Seminário “Educação, transformação social e desenvolvimento”

AIDGLOBAL no Seminário “Educação, transformação social e desenvolvimento”

AIDGLOBAL no Seminário “Educação, transformação social e desenvolvimento”

Abordando os projetos em Portugal e Moçambique, Susana Damasceno foca a educação como um veículo de transformação social e de desenvolvimento

A Presidente da Direção da AIDGLOBAL, Susana Damasceno, participou como oradora, no dia 28 de outubro, no Seminário “Educação, transformação social e desenvolvimento”, realizado na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, da Universidade NOVA de Lisboa. Esta sessão realizou-se no âmbito do ciclo “Instituições, Cidadania & Desenvolvimento” e contou, também, com a participação do Professor Doutor David Justino, do Departamento de Sociologia da FCSH/NOVA e Presidente do Conselho Nacional de Educação.

Numa primeira intervenção, David Justino realçou a clara diferença entre aquilo que é a quantidade e a qualidade da educação e a forma como a mesma pode, ou não, ser um instrumento de desenvolvimento e de transformação social. Conceitos como “liberdade”, “autonomia”, “ordem social”, “moral cívica”, “igualdade”, “capital humano” e “desenvolvimento” na estruturação dos sistemas de educação em Portugal foram abordados, tendo originado um debate animado.

Susana Damasceno apresentou, abordando o trabalho que a AIDGLOBAL desenvolve em Portugal e em Moçambique, um caso concreto de investimento na educação como vetor de transformação social e de desenvolvimento.

Em primeiro lugar, a Presidente da AIDGLOBAL focou o trabalho que a Organização realiza na área da Educação para Cidadania Global, , no âmbito do projeto “Educar para Cooperar” – Loures (3ª ed), onde os alunos de 2º e 3º ciclos recebem orientação de forma a construírem uma posição crítica sobre as desigualdades globais e são desafiados a tornarem-se agentes de mudança. Em segundo lugar, apresentou a forte aposta que a AIDGLOBAL tem feito no Distrito do Chibuto, em Moçambique, no âmbito do combate à iliteracia e promoção do acesso ao livro, onde levantou curiosidades sobre a forma de atuação e implementação de projetos de cooperação para o desenvolvimento.

No final do Seminário, chegou-se à conclusão que, independentemente da melhoria da qualidade e do acesso à educação, continuam a existir acentuadas assimetrias e desigualdades nesta área, principalmente entre os países desenvolvidos e os que se encontram em desenvolvimento.