AIDGLOBAL participa em iniciativa promovida pelo Observatório das Migrações no contexto do projeto NEAR

AIDGLOBAL participa em iniciativa promovida pelo Observatório das Migrações no contexto do projeto NEAR

AIDGLOBAL participa em iniciativa promovida pelo Observatório das Migrações no contexto do projeto NEAR

O evento foi promovido por ocasião do Dia Internacional das Migrações e transmitido online, em direto, a partir do salão nobre do Instituto Nacional de Estatística.

Comunicar Imigração: Desafios e Estratégias” foi o tema que norteou a sessão promovida pelo Observatório das Migrações, no âmbito de mais uma edição dos Diálogos OM, que decorreu em formato webinar, no passado dia 17 de dezembro.

No evento, promovido por ocasião do Dia Internacional das Migrações, foi apresentado o “Relatório Estatístico Anual 2021 – Indicadores de Integração de Imigrantes“, da autoria de Catarina Reis Oliveira, Diretora do OM e Coordenadora da Coleção Imigração em Números. A iniciativa contou com a presença de Cláudia Pereira, Secretária de Estado para a Integração e as Migrações, de Francisco Gonçalves de Lima, Presidente do Instituto Nacional de Estatística e de Sónia Pereira, Alta-Comissária para as Migrações.

Desconstruir mitos com factos estatísticos: a atuação do Observatório das Migrações”, foi o tema do primeiro painel do Webinar no âmbito do qual foram apresentados os principais resultados dos Indicadores de Integração de Imigrantes de 2021 a partir da mais recente Infografia OM Números da Imigração em Portugal. A este painel seguiram-se dois painéis com vários convidados de vários pontos do país: um painel dedicado ao tema “Comunicar a Imigração: exemplos de projetos e estratégias”, com apresentação de vários projetos focados no combate a mitos, rumores e estereótipos acerca dos imigrantes; e outro centrado no tema “Informar os imigrantes: medidas e estratégias”, onde foi lançado o Guia de Acolhimento a Migrantes no âmbito do Plano Nacional de Implementação do Pacto Global das Migrações.

A AIDGLOBAL participou no painel subordinado ao tema “Comunicar a Imigração: exemplos de projetos e estratégias” no âmbito do qual apresentou o projeto NEAR – NEwly ARrived in a common home e aquela que tem sido a sua estratégia de comunicação, nomeadamente através da Rubrica (Des)construir o Lugar do Outro.

Esta rubrica foi criada em agosto de 2021 e procurou complementar a comunicação feita no âmbito do projeto, contribuindo para a desconstrução de estereótipos, de preconceitos ou de quaisquer expressões de racismo. Informar para desconstruir perceções erradas da realidade e partilhar ideias capazes de inspirar a sociedade a construir lugares para coabitar, em vez de barreiras para dividir, são dois dos alicerces que sustentam os conteúdos criados no âmbito esta Rubrica.

Ao longo da apresentação houve ainda espaço para partilhar os objetivos gerais da estratégia de comunicação do projeto NEAR, cuja tónica incide na transformação da narrativa da migração partindo de uma perspetiva local e envolvendo diferentes atores entre membros das sociedades de acolhimento e “cidadãos recém-chegados”, cujo testemunho será partilhado numa campanha de comunicação que já começou a ser desenhada e que será concretizada em 2022.

Destacar de que forma é possível desenvolver exemplos de sucesso de inclusão e de participação ativa na comunidade; envolver voluntários, associações, comunidades locais, estudantes universitários e associações da diáspora; e contar as experiências de todas as pessoas que participam no projeto no sentido de dar a conhecer aos migrantes recém-chegados de que forma podem ser recebidos e incluídos na comunidade são alguns dos principais pressupostos sobre os quais se ergue a campanha.

Terminámos com um excerto de um texto do sociólogo Boaventura de Sousa Santos, publicado em 2018, pelo Jornal de Letras e intitulado “As Fronteiras entre muros e travessias”, que transcrevemos:

“A fronteira é hoje, porém, um lugar de permanência, uma permanência sempre transitória, mas que pode durar gerações. É aí que a fronteira se revela como um campo social onde a sociabilidade de fronteira mais se revela como fronteira da sociabilidade. São zonas de fronteira os campos de refugiados que vão crescendo por todo o mundo e que na Europa são particularmente vergonhosos (porque mais contrastante com a vida de quem vive fora dos campos). Aí se vive sem um futuro que não seja a esperança de sair daí. Essa suspensão da vida digna é especialmente dura quando partir ou sair não significa chegar, mas antes passar e continuar a passar”.

O evento “Diálogos OM” contou com a participação, à distância, de 228 pessoas, provenientes sobretudo de serviços públicos e de outras instituições envolvidas na integração de imigrantes em Portugal, incluindo as fontes de dados estatísticos e administrativos que contribuíram para o relatório, Câmaras Municipais, IPSS, organizações internacionais e da sociedade civil, assim como investigadores do meio académico, estudantes do ensino superior, jornalistas, entre outros.

Para assistir à sessão, na íntegra, clique aqui.

NEAR – NEwly ARrived in a common home” é um projeto europeu financiado pela Comissão Europeia, no âmbito do Fundo de Asilo, Migração e Integração (AMIF) tendo como entidade promotora a Fundação ISMU e como entidades parceiras a Tamat, a CARDET, a AIDGLOBAL e a Università Cattolica del Sacro Cuore. Em Portugal, este projeto está a ser desenvolvido na cidade de Lisboa, designadamente no Bairro das Galinheiras, localizado na Freguesia de Santa Clara.

AIDGLOBAL ― Acção e Integração para o Desenvolvimento Global é uma Organização Não-Governamental para o Desenvolvimento (ONGD), sem fins lucrativos, que desenvolve e promove projetos no âmbito da Educação para o Desenvolvimento e Cidadania Global, em Portugal e, programas no âmbito da Literacia, em Moçambique. A sua Missão visa Agir, Incluir e Desenvolver através da Educação, porque acredita que a Mudança acontece pela Educação.