Conferência no Chibuto reúne uma centena de participantes em torno da Educação de Infância em Moçambique

Conferência no Chibuto reúne uma centena de participantes em torno da Educação de Infância em Moçambique

Conferência no Chibuto reúne uma centena de participantes em torno da Educação de Infância em Moçambique

“Modelos de Promoção da Educação de Infância em Moçambique” é o título da conferência, promovida pela AIDGLOBAL que, no dia 24 de novembro, assinalou o encerramento do projeto “Educadores em Movimento – Uma Educação Itinerante para a Primeira Infância”. O Centro Aberto do Chibuto foi o local escolhido para receber os 97 participantes, que vieram de Maputo, Xai-Xai e do Distrito do Chibuto.

A conferência contou com um painel variado de oradores/as moçambicanas/os e portugueses/as, provenientes de entidades governamentais, academia e sociedade civil.

A abertura esteve a cargo da Presidente da Direção da AIDGLOBAL, também Coordenadora do projeto piloto “Educadores em Movimento – Uma Educação Itinerante para a Primeira Infância”, Susana Damasceno, que apresentou os objetivos do encontro, tendo sido a primeira oradora do painel “Educação de Infância em Moçambique – caminhos já percorridos”. O tema da sua intervenção “A Educação de Infância no Chibuto, Moçambique — Boas práticas e potencial de replicabilidade” centrou-se no trabalho que foi realizado pela AIDGLOBAL e pelos seus parceiros, na criação de um modelo de serviços de educação de infância, consubstanciados em cinco Escolinhas Comunitárias, criadas nas comunidades de Bairro 25 de Junho, Chaimite, Chiconelane, Maivene e Malehice. Seguiu-se a apresentação da Professora Doutora Antónia Barreto, supervisora pedagógica do projeto, que falou sobre “A Educação de Infância em comunidades rurais – a importância da capacitação de recursos humanos locais”. Hannah Danzinger encerrou esta primeira parte com a apresentação do trabalho realizado pela Fundação Fé e Cooperação (FEC), na área da Educação para a Primeira Infância, em Moçambique.

No painel – “Vozes de quem viu e participou – a avaliação de um projeto-piloto”, foram apresentados testemunhos emotivos sobre como as Escolinhas Comunitárias têm sido impactantes no desenvolvimento integral das crianças destas comunidades, tendo-se constituído como um momento marcante desta conferência. Os representantes da comunidade educativa das 5 Escolinhas que testemunharam foram:  a diretora da Escola Primária do Bairro 25 de Junho Unidade 2, Angelina da Aflição, o chefe da Localidade de Maivene, Lucas Macuácua, o representante dos encarregados de educação de Chaimite, Ernesto Mabessa, a representante dos encarregados de educação de Malehice, Marta Sira, e o testemunho da “Educadora em Movimento” de Chiconelane, Ermelimda Macuácua. Por fim, seguiu-se a intervenção do Professor Doutor Félix Mulhanga, que partilhou as considerações sobre a avaliação externa realizada ao projeto, tendo feito algumas recomendações.

“As Crianças e a Arte” foi o tema de mais um painel, no decurso do qual, foi possível assistir a um momento teatral, dinamizado pelas crianças da Escolinha Comunitária do Bairro 25 de Junho, sempre apoiadas/os pelas suas “Educadoras em Movimento”. Juntas, levaram à cena “O Artesão e os Macacos Malabaristas” —  história da autoria do escritor Venâncio Calisto, e um dos livros que integram a coleção “Livros para Começar”, criada pela AIDGLOBAL, no âmbito do projeto “Educadores em Movimento”. O autor teve oportunidade de contextualizar o trabalho, agora apresentado, que resultou de um workshop de “Expressão Dramática”, que esteve a dinamizar, durantes duas semanas, com as crianças e “Educadoras em Movimento” de todas as Escolinhas. Este painel fechou com as crianças a partilharem algumas das atividades realizadas na sua Escolinha, ilustrando a abordagem pedagógica, levada a cabo, no âmbito do projeto.

No último painel, “Línguas, Livros e Brincadeiras – a garantia de uma Educação de Qualidade”, os trabalhos iniciaram-se com a apresentação do Presidente do Fundo Bibliográfico da Língua Portuguesa, Nataniel Ngomane, que refletiu sobre “Diálogos entre línguas — abordagens bilíngues na promoção do livro e da leitura junto de crianças de comunidades rurais”, e referiu que a sua ligação aos livros começou muito antes de saber ler. Nasceu através das histórias que a sua mãe contava, mesmo sem livros em casa, tendo sido a sua mãe a sua biblioteca, a sua referência. Neste painel, contou-se, também, com a intervenção da Coordenadora da Rede de Educação para a Primeira Infância (RDPI), Gertrudes Noronha, que iniciou a sua participação com uma pequena brincadeira, animando os presentes, e dando o mote para a sua intervenção: “Crianças felizes, adultos capazes — a importância da brincadeira para o desenvolvimento integral da criança”.

A sessão de encerramento foi levada a cabo da Conselheira para a Cooperação e Diretora do Centro Português de Cooperação, Patrícia del Olmo e Pincarilho, que destacou o trabalho extraordinário que foi feito ao longo de 4 anos, no âmbito do projeto “Educadores em Movimento”, destacando que o mesmo conseguiu um envolvimento significativo das comunidades e das autoridades governamentais. O Administrador do distrito do Chibuto, Sérgio Sional Moiane interveio para agradecer este trabalho conjunto e reafirmou o compromisso do governo distrital com a continuidade do trabalho realizado nestas Escolinhas. A Diretora Provincial do Género, Criança e Acção Social, Rosana Lídia Abel Muataco, encerrou os trabalhos, tendo reforçado a importância de se apostar numa Educação de Qualidade e que o trabalho que a AIDGLOBAL tem vindo a implementar no distrito do Chibuto tem de continuar, contando com o apoio dos serviços distritais, financiadores/as e que, da parte da Direção Provincial, haverá, sempre, abertura para que o acesso à Educação de Infância e o firmar dos direitos da crianças sejam sempre  garantidos e assegurados.

A tradução da conferência para a língua changana esteve a cargo de Wiliamo Muchanga, tradutor dos livros bilingues, criados no âmbito do projeto.

Integrada nesta conferência, foi apresentada uma exposição de fotografias, que destacou as infraestruturas criadas e as principais atividades implementadas nas Escolinhas Comunitárias do distrito do Chibuto, durante o ano letivo de 2022, o primeiro do seu funcionamento.

No final da Conferência, foi servido um almoço-convívio em celebração de um trabalho de 4 anos, árduo, mas bem-sucedido, em prol da Educação de Infância, no distrito do Chibuto, e que só foi possível com o envolvimento de muitos atores.

Educadores em Movimento – uma Educação Itinerante para a Primeira Infância” tem como financiador principal a Fundação Calouste Gulbenkian, como cofinanciador o Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P., como promotor a AIDGLOBAL, gestora do projeto, como copromotor o Centro Vocacional e Residencial do Chibuto (CVRC), e como parceiros o Instituto Politécnico de Leiria (IPL), seu coordenador científico-pedagógico, pelo Centro de Estudos Internacionais do Instituto Universitário de Lisboa (CEI – Iscte) coordenador da componente antropológica, pelo Serviço Distrital da Juventude, Educação e Tecnologia do Chibuto (SDJET) e Serviço Distrital de Saúde, Mulher e Acção Social (SDSMAS) – entidades que garantem a articulação do projeto com as políticas públicas.