“Educar para Cooperar: A RHLT e a Cidadania Global” chega ao fim

“Educar para Cooperar: A RHLT e a Cidadania Global” chega ao fim

“Educar para Cooperar: A RHLT e a Cidadania Global” chega ao fim

Projeto da AIDGLOBAL termina em dia de celebrações

A 20 de outubro, no âmbito da comemoração do Dia Nacional das Linhas de Torres, foi assinalado o término da 8ª edição do projeto “Educar para Cooperar: A Rota Histórica das Linhas de Torres e a Cidadania Global”, iniciativa que promoveu a articulação de temáticas da Educação para a Cidadania Global (ECG), com temas do património histórico dos municípios envolvidos.

A sessão de encerramento do projeto decorreu na Escola Secundária do Forte da Casa, concelho de Vila Franca de Xira, e contou com a presença do diretor do Agrupamento de Escolas, José Alberto Silva, do presidente do município de Vila Franca de Xira, Alberto Mesquita, do presidente do Município de Sobral de Monte Agraço, Alberto Quintino, do presidente do Município de Arruda dos Vinhos, André Rijo, da vereadora da cultura da Câmara Municipal de Torres Vedras, Ana Umbelino, e da vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, Manuela Ralha, bem como com a presença dos técnicos dos CILT que colaboraram ativamente na iniciativa.

Igualmente presente esteve o júri do concurso de curtas-metragens “Invade!”, organizado pela Associação da Rota Histórica das Linhas de Torres, e a Embaixadora do Reino Unido em Portugal, Kirsty Isobel Hayes, que entregou o prémio ao grupo vencedor.

A AIDGLOBAL foi representada por Susana Damasceno, Presidente da Direção, que divulgou os resultados do projeto, e por Isabel Castro, que deu a conhecer o recurso pedagógico “Mochila do Soldado – Partir da Guerra para a Paz”. Os materiais didáticos que o compõem deram o mote para uma atividade didática, realizada no dia 21 de outubro, no CILT de Sobral de Monte Agraço, que contou com a participação de 12 professores, educadores, técnicos de turismo e dos CILT e respetivos familiares. O recurso resulta do trabalho conjunto entre a Associação da Rota Histórica das Linhas de Torres e a AIDGLOBAL. Veja as fotos aqui.

Ao longo destes dois anos, a Organização envolveu, no quadro do projeto, 8 escolas dos seis municípios que constituem a RHLT, 100 professores através de várias sessões de formação específica e aulas didáticas, 2050 crianças e jovens em atividades realizadas em contexto de sala de aula, bibliotecas escolares, Centros de Interpretação das Linhas de Torres (CILT) e Fortes da RHLT. Foram, ainda, capacitados 30 técnicos municipais em Educação para o Desenvolvimento (ED) e 150 munícipes integraram as atividades abertas à comunidade.

No âmbito do projeto foram, também, desenvolvidos recursos pedagógicos, percursos de geocaching, dinamização de workshops, passeios, tertúlias e outras atividades que sensibilizaram a comunidade para as temáticas de ED e ECG e permitiram a sua integração em diversas disciplinas do currículo escolar formal.

O projeto “Educar para Cooperar: a Rota Histórica das Linhas de Torres e a Cidadania Global” é cofinanciado pelo Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I. P., e tem como parceiros as Câmaras Municipais de Arruda dos Vinhos, Loures, Mafra, Sobral de Monte Agraço, Torres Vedras e Vila Franca de Xira, e o Centro de Formação de Loures Oriental.