Escolinha Comunitária de Maivene, em Moçambique, é inaugurada com cerimónia que reúne uma centena de pessoas numa celebração pelo direito à Educação

Escolinha Comunitária de Maivene, em Moçambique, é inaugurada com cerimónia que reúne uma centena de pessoas numa celebração pelo direito à Educação

Escolinha Comunitária de Maivene, em Moçambique, é inaugurada com cerimónia que reúne uma centena de pessoas numa celebração pelo direito à Educação

As Escolinhas Comunitárias representam um passo importante para a salvaguarda de uma Educação para a Primeira Infância destinada a crianças que, de outra forma, não teriam acesso a este primeiro patamar educacional.

Na manhã do dia 12 de abril foi inaugurada a Escolinha Comunitária de Maivene, uma das comunidades que tem sido apoiada no âmbito do projeto “Educadores em Movimento – Uma Educação Itinerante para a Primeira Infância”.

Numa cerimónia revestida de cor, alegria e movimento, estiveram presentes as crianças beneficiárias da Escolinha, os seus pais e /ou cuidadores, bem como as autoridades locais, entre as quais se destacam os Diretores do SDSMAS e do SDEJT, José Murrona e Ernesto Macamo, respetivamente, bem como o Chefe da Localidade, Lucas Alberto Macuáca, e a Chefe do Posto Administrativo, Ermelinda Cau.

A abertura da iniciativa contou com uma oração proferida pelo presidente do Conselho de Gestão Comunitária da Escolinha, tendo sido imediatamente seguidas das intervenções da Presidente da AIDGLOBAL, Susana Damasceno, que enquadrou a construção da Escolinha, e o seu propósito, no âmbito do projeto. Este enquadramento foi sucedido pela intervenção da Professora Antónia Barreto que, em representação do Centro de Estudos Internacionais do Instituto Universitário de Lisboa (CEI-ISCTE), parceiro do projeto que supervisiona a componente pedagógica das Escolinhas, contextualizou a importância de se continuar a investir numa Educação de qualidade para a Primeira Infância.

Os momentos de natureza institucional e de cariz mais formal desta cerimónia foram complementados por instantes de descontração que encontraram correspondência na intervenção das próprias crianças da Escolinha que, conjuntamente com as suas Educadoras em Movimento, ilustraram algumas das atividades que, diariamente, realizam na sua Escolinha.

A inauguração da Escolinha representa, de facto, uma celebração que justifica não só esta, mas todas e quaisquer danças, brincadeiras e cantigas que assumam como propósito capital o “bater do pé” pela salvaguarda de uma Educação que chegue a todas as meninas e meninos.

A cerimónia que marcou a abertura institucional da Escolinha de Maivene encontrou o seu desfecho com a inauguração das infraestruturas de apoio à mesma, como são exemplo o telheiro, a casinha e a latrina; e com a entrega de uma Bibliotchova ao Conselho de Gestão Comunitária da Escolinha, na qual constavam materiais de apoio às atividades que serão desenvolvidas diariamente com as crianças que a frequentem.

 Educadores em Movimento – uma Educação Itinerante para a Primeira Infância” tem como financiador principal a Fundação Calouste Gulbenkian, como cofinanciador o Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P., como promotor a AIDGLOBAL, gestora do projeto, como copromotor o Centro Vocacional e Residencial do Chibuto (CVRC), e como parceiros o Instituto Politécnico de Leiria (IPL), seu coordenador científico-pedagógico, pelo Centro de Estudos Internacionais do Instituto Universitário de Lisboa (CEI – Iscte) coordenador da componente antropológica, pelo Serviço Distrital da Juventude, Educação e Tecnologia do Chibuto (SDJET) e Serviço Distrital de Saúde, Mulher e Acção Social (SDSMAS) – entidades que garantem a articulação do projeto com as políticas públicas.