Semana da Acção Global pela Educação

Semana da Acção Global pela Educação

Semana da Acção Global pela Educação

Conheça as histórias desta campanha, que este ano terá como tema “A Educação para Raparigas e Mulheres”.

A Luísa nasceu em 1945, numa aldeia do norte de Portugal e entrou para a escola aos sete anos. Fez o percurso normal até à terceira classe, mas os tempos eram duros, e a Luísa era das poucas crianças de Mata de Lobos a usar sapatos. Na altura, as crianças pobres tinham poucas oportunidades de estudar, especialmente se fossem raparigas.

Sendo a mais velha, Luísa tinha de tomar conta dos irmãos mais novos enquanto a sua mãe garantia o sustento da família. Era muito difícil ir à escola. “Então, a Luísa fugia da minha avó e corria para a escola. No fim das aulas escondia-se no palheiro e aproveitava a pouca luz que vinha da fisga da porta da entrada para fazer os trabalhos de casa e estudar na clandestinidade”, conta-nos Ana, sua filha, preocupada com o pouco valor que “os nossos jovens” atribuem “ à grande dádiva de ter um ensino gratuito e um sem número de recursos facilmente acessíveis para aprenderem”.

A Ana é uma dos milhões de pessoas em todo o mundo, mobilizadas pela Campanha Global pela Educação (CGE), que dará voz aos milhões de raparigas e mulheres no mundo que não têm o seu direito à educação concretizado. Estima-se que um quarto (1/4) dos 600 milhões de raparigas que vive em países em desenvolvimento não vai à escola.

Em Portugal, são já mais de 100 estabelecimentos de ensino e de outras instituições, a participar na Semana de Acção Global pela Educação, que decorrerá até ao dia 8 de Maio, dedicada ao tema “Educação para Raparigas e Mulheres”.

“Acredito que é através da educação que as raparigas e mulheres podem ganhar a liberdade para fazer escolhas, moldar o seu futuro e construir sociedades mais inclusivas e justas”, afirmou a Directora Geral da UNESCO, Irina Bokova, num discurso proferido por ocasião do lançamento da Semana de Acção Global deste ano, também apoiada por esta instituição das Nações Unidas.

O objectivo desta Semana de Acção é reunir o apoio político necessário para que se tomem as medidas necessárias no sentido de atingir as metas da Educação para Todos e Todas, particularmente aquelas que estão relacionadas com a igualdade de género. Nesse sentido, por todo o mundo, lançam-se apelos aos governos para que aumentem e acelerem os seus esforços, face aos compromissos assumidos, e se adoptem e ponham em prática políticas e medidas adequadas e eficazes de apoio à Educação.

A Semana de Acção Global acontece todos os anos por iniciativa da Global Campaign for Education, da qual fazem parte coligações nacionais, de cerca de 100 países, constituídas por organizações da sociedade civil, sindicatos do mundo educativos e entidades públicas e privadas diversas, comprometidos com o direito à educação. A Campanha Global pela Educação (CGE) está presente em Portugal desde 2003 – www.educacaoparatodos.org.

Informação adicional
Por todo o país, serão realizadas durante esta Semana diversas acções de sensibilização e de influência política, com a entrega do Manifesto da CGE aos representantes políticos. As escolas participantes vão organizar a “Grande História”, que consistirá na leitura de histórias de raparigas e mulheres cujas vidas foram transformadas devido ao acesso que tiveram ao ensino, ou à falta dessa oportunidade, e na reflexão sobre a situação actual de milhões de raparigas e mulheres que enfrentam obstáculos na concretização plena do seu direito à educação.

Para mais informações sobre a Campanha e sobre as acções que terão lugar durante esta Semana, é favor entrar em contacto com o Secretariado Nacional.

Não hesitem em solicitar quaisquer dados e informação adicionais sobre o tema desta Semana de Acção.

CONTACTOS:
Campanha Global pela Educação (CGE)
Secretariado Nacional
Fundação Gonçalo da Silveira
Estrada da Torre, nº 26, 1750-296 Lisboa

Mariana Hancock
Tel: 217541622 / 914200470
Email: campanha.global.educacao@gmail.com
mariana.hancock@fgs.org.pt