AIDGLOBAL promove primeiras atividades no âmbito do projeto NEAR

AIDGLOBAL promove primeiras atividades no âmbito do projeto NEAR

AIDGLOBAL promove primeiras atividades no âmbito do projeto NEAR

A organização de um encontro para levantamento de necessidades da população migrante residente na Freguesia de Santa Clara, em Lisboa, e a dinamização de atividades com crianças foram algumas das primeiras atividades desenvolvidas no âmbito do projeto.

NEAR – NEwly ARrived in a common home é o projeto europeu que a AIDGLOBAL promove, em Portugal, para fomentar o processo de integração de pessoas migrantes recém-chegadas no seu país de acolhimento.

Financiado pela Comissão Europeia, no âmbito do Fundo de Asilo, Migração e Integração (AMIF), o NEAR teve início em Março de 2021 e prolongar-se-á até Fevereiro de 2023 em quatro cidades europeias: Lisboa, Nicósia, Perugia e Milão. Serão dois anos pautados pela promoção da partilha intercultural de conhecimento, entre migrantes e comunidades locais, e pela consciencialização da sociedade para a importância da inclusão.

Em Portugal, Lisboa é a cidade na qual serão desenvolvidas as atividades realizadas no âmbito do projeto NEAR, com maior incidência sobre o Bairro das Galinheiras e Ameixoeira, na Freguesia de Santa Clara.

Pese embora o valor que lhe foi reconhecido, no passado, o Bairro das Galinheiras é hoje um lugar que representa um retrato das desigualdades sociais que atravessam o território português.

Naquele que é um contexto social e economicamente desfavorecido a taxa de imigração é alta. Aqui vivem imigrantes recém-chegados, frequentemente sem os documentos necessários à salvaguarda dos seus direitos. A maioria da comunidade é constituída por pessoas provenientes dos PALOP, designadamente de São Tomé e Príncipe e da Guiné-Bissau.

À necessidade premente de integração destas pessoas, numa realidade que ainda lhes é estranha, soma-se a urgência de se desenvolverem políticas que atentem às assimetrias regionais e que tenham em consideração as relações estruturais entre as condições de vida das populações e o seu contexto familiar, socioprofissional, educacional e de acesso à saúde.

Através do projeto NEAR, a AIDGLOBAL procura mitigar os impactos provocados pela realidade supra descrita no sentido de garantir a integração de pessoas migrantes e a salvaguarda do justo acesso a uma cidadania plena, inclusiva e multilateral, nos contextos nacional e local.

Em agosto foi lançado o Website oficial do projeto e a sua página de Instagram, plataformas através das quais serão comunicadas as atividades dinamizadas pelos quatro países envolvidos no projeto, entre as quais se destacam: a Formação a agentes sobre como informar migrantes recém-chegados; o apoio a refugiados e a requerentes de asilo para a sua participação no mercado de trabalho; o apoio a menores recém-chegados, em idade escolar obrigatória, através da realização de workshops, laboratórios, passeios urbanos e eventos, entre outras ações; a orientação para estudantes universitários recém-chegados, facilitando o seu percurso académico; e os intercâmbios e interações entre as comunidades locais e os migrantes recém-chegados através da realização de uma campanha de comunicação construída em conjunto com os beneficiários do NEAR.

NEAR é um projeto financiado pela Comissão Europeia, no âmbito do Fundo de Asilo, Migração e Integração (AMIF), tendo como entidade promotora a Fundação ISMU e como entidades parceiras a Tamat, a CARDET, a AIDGLOBAL e a Università Cattolica Sacro Cuore.

AIDGLOBAL ― Acção e Integração para o Desenvolvimento Global é uma Organização Não-Governamental para o Desenvolvimento (ONGD), sem fins lucrativos, que desenvolve e promove projetos no âmbito da Educação para o Desenvolvimento e Cidadania Ativa, em Portugal, incluindo na Região Autónoma da Madeira, onde tem uma Delegação em Porto Santo e, ainda, no âmbito da Literacia, em Moçambique, na Província de Gaza, em colaboração com a equipa da sua Delegação no Chibuto. A sua Missão visa Agir, Incluir e Desenvolver através da Educação, porque acredita que a Mudança acontece pela Educação.