Comunidade de Chaimite celebra Inauguração de Infraestruturas de apoio à Escolinha!

Comunidade de Chaimite celebra Inauguração de Infraestruturas de apoio à Escolinha!

Comunidade de Chaimite celebra Inauguração de Infraestruturas de apoio à Escolinha!

Na manhã do dia 25 de novembro, vários membros da Comunidade de Chaimite, “Educadoras em Movimento” e crianças da Escolinha Comunitária participaram na cerimónia de inauguração das infraestruturas de apoio ao funcionamento deste serviço educativo: telheiro, casinha de apoio ao secretariado e duas latrinas, uma para meninas e outra para meninos.

A cerimónia teve início com entoação de cânticos, animados pelas vozes das 136 dos membros da comunidade que quiseram marcar presença nesta iniciativa, entre os quais líderes comunitárias/os, mães/pais, familiares e cuidadores/as das crianças, membros do Conselho de Gestão Comunitária (CGC) da Escolinha, autoridades governamentais, nomeadamente o Chefe da Localidade de Chaimite, os técnicos dos Serviços Distritais  de Educação, Juventude e Tecnologia (SDJET) e da Saúde, Mulher e Ação Social (SDSMAS), o Chefe da Secretaria de Chaimite e elementos da equipa do projeto. Este encontro contou com a liderança da coordenadora e Presidente da Direção da AIDGLOBAL, Susana Damasceno, e com a representante do Instituto Politécnico de Leiria (IPL), parceiro do projeto, professora doutora Maria Antónia Barreto, enquanto Supervisora Pedagógica.

Estas foram as últimas infraestruturas criada no âmbito do “Educadores em Movimento”. À semelhança das Escolinhas Comunitárias de Bairro 25 de Junho — Chiconelane, Maivene e Malehice —, Chaimite passou a ter um espaço, no qual as crianças se poderão resguardar do calor, do frio e dos dias de chuva.

Este momento de festa foi, também, uma oportunidade para se realizar mais uma ação de advocacy sobre a importância do investimento das famílias desta comunidade na Educação pré-escolar das suas crianças. De todas as Escolinhas criadas no âmbito do projeto, a de Chaimite foi a que apresentou a mais baixa taxa de frequência de crianças, no ano letivo de 2022, tendo participado nas atividades apenas 19.

Para a dinamização desta ação, contou-se com o testemunho entusiasta do representante das/os encarregadas/os de educação desta Escolinha, que falou sobre as aprendizagens que a sua criança partilha quando volta da Escolinha, tendo destacado o facto de ela já saber comunicar com algumas palavras e frases em língua portuguesa.

A fim de confirmar o testemunho do pai, as “Educadoras em Movimento” e as crianças ali presentes, divertiram-se e surpreenderam os membros da comunidade com a partilha de algumas atividades e conversas que, habitualmente, preenchem os seus dias, na Escolinha.

A partir deste cenário, a coordenadora do projeto deu informações sobre as inscrições, a abertura do novo ano letivo, o valor das mensalidades, dos lanches e das batinhas bem como o contributo para o abastecimento de água, incentivando as mães, pais e cuidadores que inscrevam as suas filhas e os seus filhos, a fim de eles poderem frequentar a Escolinha no próximo ano letivo, e motivou-as/os a considerarem, no orçamento familiar, os custos com a educação das suas crianças. Por fim, o Chefe da Localidade reforçou todos estes aspetos e esclareceu dúvidas, tendo encerrado a cerimónia.

Educadores em Movimento – uma Educação Itinerante para a Primeira Infância” tem como financiador principal a Fundação Calouste Gulbenkian, como cofinanciador o Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P., como promotor a AIDGLOBAL, gestora do projeto, como copromotor o Centro Vocacional e Residencial do Chibuto (CVRC), e como parceiros o Instituto Politécnico de Leiria (IPL), seu coordenador científico-pedagógico, pelo Centro de Estudos Internacionais do Instituto Universitário de Lisboa (CEI – Iscte) coordenador da componente antropológica, pelo Serviço Distrital da Juventude, Educação e Tecnologia do Chibuto (SDJET) e Serviço Distrital de Saúde, Mulher e Acção Social (SDSMAS) – entidades que garantem a articulação do projeto com as políticas públicas.