«Do global ao local: estratégias e mecanismos de participação dos jovens»

«Do global ao local: estratégias e mecanismos de participação dos jovens»

«Do global ao local: estratégias e mecanismos de participação dos jovens»

Formação para Técnicos de Juventude no âmbito do Projeto “Jovens na Política – Participar para a Cidadania Global (2ª Ed.)”.

Em Semana Europeia da Juventude, a AIDGLOBAL celebra a capacitação de 27 Técnicos da área da Juventude, hoje, ainda mais capazes de criar estratégias para a promoção da participação política em torno das prioridades da Cooperação Portuguesa e da Agenda 2030.

A Formação para Técnicos de Juventude, subordinada ao tema «Do global ao local: estratégias e mecanismos de participação dos jovens», decorreu nos dias 20 e 26 de maio, entre as 14h30 e as 18h30, e reuniu, num encontro online, 27 participantes, para uma reflexão sobre a Educação e a Cooperação para o Desenvolvimento, a Cidadania Global e Local, os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), os Mecanismos de Participação Digital e, ainda, o Planeamento de Ação Local.

No primeiro dia, a ação contou com as intervenções de Clara Carvalho, Professora e Investigadora do ISCTE, Bruno António, Coordenador da DYPALL Network e Bernardo Gonçalves, Fundador e CEO da MyPolis. No segundo dia, deram expressão à ação as vozes de Antónia Barreto, Professora e Investigadora do ISCTE, de Patrícia Alves, Técnica Superior de Educação da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira e de Iris Bagueiro, jovem estudante do mesmo Município.

Quando convidados, a avaliarem a formação, os presentes caracterizaram-na como inspiradora, como uma ocasião oportuna para criar networking e, ainda, como uma oportunidade para conhecer e partilhar o trabalho que os técnicos municipais estão a realizar nos seus municípios, na área da juventude.

A iniciativa foi realizada no âmbito da segunda edição do projeto “Jovens na Política – Participar para a Cidadania Global”, sendo o resultado de uma ação conjunta promovida pela AIDGLOBAL, em parceria com o Centro de Juventude de Lisboa do IPDJ I.P., a DYPALL Network e o ISCTE.

“Envolver a juventude na reflexão crítica sobre estes temas é absolutamente premente e, para isso, é preciso que os Técnicos de Juventude assumam o compromisso de orientar os jovens, neste caminho que passa pela construção de uma sociedade mais inclusiva, justa e sustentável. «O nosso futuro, nas nossas mãos», slogan da mais recente campanha da Semana Europeia da Juventude, ilustra bem esta ideia”, refere Susana Damasceno, Fundadora e Presidente da AIDGLOBAL.

Mais informações em: