Há Jovens Ativos pelo Desenvolvimento em Portimão

Há Jovens Ativos pelo Desenvolvimento em Portimão

Há Jovens Ativos pelo Desenvolvimento em Portimão

O workshop Go Youth! Jovens Ativos pelo Desenvolvimento reuniu perto de uma dezena de jovens, em Portimão, interessados em participar ativamente na reflexão sobre as várias problemáticas que atravessam as preocupações expressas nos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Na tarde do passado dia 12 de março decorreu, em Portimão, mais um workshop do programa Go Youh! Jovens Ativos pelo Desenvolvimento. A iniciativa, subordinada aos temas Participação política jovem, Cidadania Global e Educação para o Desenvolvimento e Cidadania Global, foi dinamizada pela DYPALL Network e pela AIDGLOBAL, no âmbito do projeto Jovens na Política – Participar para a Cidadania Global (2ª Ed.).

O encontro reuniu oito interessados em política, alguns deles membros de juventudes partidárias e ativos em movimentos associativos.

A primeira parte do workshop centrou-se na participação juvenil, tendo sido proposto um debate construtivo através do qual foram questionadas as estruturas vigentes no âmbito da participação jovem, no que diz respeito à sua representatividade e comunicação. As opiniões dividiram-se e desencadearam uma discussão construtiva, precedida por uma reflexão e a apresentação de um conjunto de propostas capazes de se constituírem soluções.

Na segunda parte do encontro foi introduzido o tema da Cidadania Global e dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), por intermédio da criação de uma dinâmica que incentivou as/os participantes e colocarem-se no lugar do outro a partir de circunstâncias e contextos reais, vivenciados por jovens, em diversas partes do mundo.

A par desta dinâmica, e no sentido de alavancar um processo de consciencialização sobre o “pensar global” e o “agir local”, foi ainda criado um espaço para a reflexão e discussão em torno da gestão das causas e impactos provocados nomeadamente pelas crises migratórias e pelas alterações climáticas, tendo ainda sido abordada a questão da desigualdade de género.

Uma iniciativa com impacto, a julgar pela avaliação dos participantes que caracterizaram o workshop como tendo sido “diferente”, uma “via de aprendizagem”, plataforma para a “motivação” e capaz de despertar a “vontade de participar e fazer a diferença”.