Porto Santo em luta pela redução do lixo marinho

Porto Santo em luta pela redução do lixo marinho

Porto Santo em luta pela redução do lixo marinho

Nos últimos 20 meses, foram dinamizadas campanhas de limpeza, na Ilha do Porto Santo, no âmbito do projeto “Porto Santo Sem Lixo Marinho”, que contaram com a participação de cerca de 561 voluntários/as, das quais 352 eram adultos/as e 209 eram crianças/jovens.

O aumento da quantidade de lixo marinho, em especial de plástico, em zonas costeiras e praias, exige uma limpeza regular. No entanto, é importante não esquecer os locais de acumulação que, devido ao seu difícil acesso, não são limpos tão com tanta frequência, nomeadamente as ribeiras e a área superior das praias.

De modo a contornar esta problemática, o projeto estipulou 15 ações de limpeza em zonas costeiras, praias e ribeiras, tendo sido realizadas 25, de outubro de 2020 a maio de 2022, que contaram com o envolvimento ativo da comunidade e stakeholders, como o Exército (AM3), GNR, CPCJ, Junta de Freguesia do Porto Santo, Associação “Plantar uma Árvore”, Vigilantes da Natureza, Wings of the Ocean, escolas e empresas.

Nas campanhas de limpeza, foi retirado um total de 3163 kgs de lixo de origem humana, do qual, 1440 kgs correspondem a plástico. Durante as ações foi coletado todo o tipo de resíduos, muitos deles fora do comum, tais como fios de eletricidade, cartuchos, roupa, capacete de obras, etc. A pandemia também teve impacto no meio-ambiente, visto que foram recolhidas 34 máscaras, 11 luvas e 1 embalagem de desinfetante.

A equipa do projeto considera importante continuar a implementar o Selo “Porto Santo Sem Lixo Marinho” e consciencializar e envolver a comunidade para a redução da poluição que resulta da utilização do plástico descartável.

No “Estudo preliminar de avaliação do estado atual, de caracterização de fontes, produção e composição de resíduos plásticos e de identificação de locais com concentrações de lixo marinho no Porto Santo”, realizado no âmbito do projeto em 2021, são lançadas duas recomendações em torno do lixo marinho: reforçar e assegurar a monitorização regular e amostragem de lixo nas praias e implementar monitorização de lixo marinho com recurso deteção remota.

O projeto “Porto Santo Sem Lixo Marinho” contribuiu para o alcance dos seguintes Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: “Ação Climática”, “Proteger a Vida Marinha”, “Produção e Consumo Sustentáveis” e “Cidades e Comunidades Sustentáveis”.

O projeto “Porto Santo Sem Lixo Marinho” é financiado pelo Programa Ambiente dos EEA Grants e promovido pela Associação Natureza Portugal, em parceria com a WWF Portugal, a AIDGLOBAL, a Água e Resíduos da Madeira, a Câmara Municipal do Porto Santo e pelo pólo do MARE – Centro de Ciências do Mar e do Ambiente na Madeira, acolhido pela a ARDITI. Conta, ainda, com o apoio da WWF Noruega e da Secretaria Regional do Ambiente e Alterações Climáticas.