Incentivo ao cultivo e à interação com o meio-ambiente

Incentivo ao cultivo e à interação com o meio-ambiente

Incentivo ao cultivo e à interação com o meio-ambiente

Entre os dias 12 e 13 de maio, foi promovido pela AIDGLOBAL, em parceira com a Escola do Alto do Lumiar, uma ação tendo em vista à reabilitação do Terreno Pedagógico Escolar, baseada na relação entre o Ser Humano e a Natureza, onde os/as alunos/as demonstram o seu contributo para a sustentabilidade ambiental.

Para afirmar uma cidadania informada e ativa, que garanta o envolvimento e o compromisso de cada um/a de nós para um futuro sustentável, esta iniciativa pretendeu ser uma importante ferramenta didático-pedagógica capaz de estimular a interdisciplinaridade e a multidisciplinaridade, a partir de diversas tarefas com técnicas tradicionais e inovadoras que incentivassem à participação ambientalmente responsável e consciente dos/as jovens na manutenção do espaço, explorando o meio físico e identificando as diferentes espécies existentes, associado a uma responsabilidade intergeracional.

O Terreno Pedagógico da Escola já existe há algum tempo, mas este foi recuperado graças à dedicação e entrega das turmas do 9º ano (A, B e C) e do 6º ano (B e D) ao trabalho que lhes foi atribuído e que tão bem o desempenharam, dado estarem sensibilizados/as para a importância da preservação e conservação do meio ambiente.

Para a realização das tarefas, os/as alunos/as tiveram à sua disposição um guião com o mapa do espaço do Terreno Pedagógico e o plano de sessão, onde estavam definidas todas as etapas que cada turma teria de passar para o reabilitar. Foram, ainda, atribuídas sementes pelos/as jovens de diferentes países, com o intuito de se estudar a sua origem e curiosidades do uso da planta, bem como para a cultivar e cuidar.

Entusiasmados/as tiveram com a oportunidade de criar uma caixa de madeira que veio a tornar-se útil para o nascimento de uma horta, de cortar e recolher ervas consideradas daninhas para compostagem/manutenção dos caminhos do espaço, de identificar as espécies que ali habitam, de pintar o muro que separa a horta da rua e, por fim, de construir estufas portáteis, através de garrafões de água reutilizáveis.

Para os/as estudantes da Escola Básica do Alto do Lumiar, a sua reflexão final sobre esta atividade focou-se, por um lado na aprendizagem e conhecimento sobre as inúmeras sementes existentes e oriundas de diferentes países, através do uso de uma aplicação para o telemóvel que permitiu explorar a natureza de forma interativa e independente, em que o trabalho de equipa, quando fortalecido, pode fazer-nos chegar melhor e mais rapidamente aos objetivos. Hoje, são jovens mais atentos/as, consciencializados/as, críticos/as e reflexivos/as com as questões ambientais e climáticas.

Esta iniciativa foi concretizada no âmbito da atividade “”Neighbourhood and Volunteering Labs” do projeto europeu “NEAR – NEwly ARrived in a common home” financiado pela Comissão Europeia, no âmbito do Fundo de Asilo, Migração e Integração (AMIF) tendo como entidade promotora a Fundação ISMU e como entidades parceiras a Tamat, a CARDET, a AIDGLOBAL e a Università Cattolica del Sacro Cuore. Em Portugal, este projeto está a ser desenvolvido na Zona de Lisboa.

AIDGLOBAL ― Acção e Integração para o Desenvolvimento Global é uma Organização Não-Governamental para o Desenvolvimento (ONGD), sem fins lucrativos, que desenvolve e promove projetos no âmbito da Educação para o Desenvolvimento e Cidadania Global, em Portugal e, programas no âmbito da Literacia, em Moçambique. A sua Missão visa Agir, Incluir e Desenvolver através da Educação, porque acredita que a Mudança acontece pela Educação.